Saiba tudo hidrojateamento

Saiba tudo hidrojateamento

Entupimentos nas tubulações são muito comuns. A grande incidência deve-se ao hábito pensar que pias, ralos e vasos sanitários são lixeiras. É inacreditável, mas, há quem jogue óleo, restos de alimentos nas pias das cozinhas. O que falar de quem descarta algodão, absorventes e preservativos no vaso sanitário?Soma-se a isso encanamentos sem qualidade e temos um péssimo cenário. Identificar um vazamento é fácil. Escoamento lento ou paralisado, transbordamento e mau cheiro são os principais sinais. Interditar banheiros e cozinhas, atrapalhando a rotina é a consequência de jogar lixo onde não deve. Quem passou por isso sabe a dor de cabeça que é.

Entupimento = tormento

Quem já enfrentou um entupimento tem pressa. Já pensou o único sanitário de uma casa entupido?A primeira solução encontrada é colocar em prática as soluções caseiras. Água quente, bicarbonato, vinagre e bicarbonato são os ingredientes mais utilizados. Mas, quando a obstrução é severa, esses ingredientes apenas dissolvem um pouco da sujeira. No desespero, muita gente apela para a soda cáustica, produto altamente corrosivo que provoca queimaduras e problemas respiratórios gravíssimos. Contratar uma empresa especializada é a última alternativa. Mas, quais métodos as desentupidoras utilizam? O hidrojateamento sai na frente por várias razões. Saiba aqui tudo sobre a técnica mais empregada pelas desentupidoras.

Hidrojateamento: solução versátil

Versatilidade, praticidade e economia definem o hidrojateamento. A técnica desentope pias, ralos, vasos sanitários, caixas de gordura e inspeção e fossas sem comprometer a rotina, pois, não os pisos e paredes são preservados. O hidrojateamento desobstrui tubulações complexas e profundas. É o sistema mais indicado para tubulações de cobre ou de aço inox, comuns nas construções até a década de 80. Outro emprego do hidrojateamento é a limpeza de fachadas residenciais, comerciais e industriais. Na limpeza de fachadas, as máquinas de hidrojato agilizam o serviço, não danificam tijolos e concreto e ainda traz economia de até 80%.

Como funciona?

O método é um conjunto de bomba de alta-pressão, motor estacionário, tanque reservatório de água limpa, montado sobre chassis de caminhão ou plataforma móvel. O equipamento acoplado ao veículo leva água para mangueiras com vazão que chegam a liberar quase 300 litros de água por minuto. A sujeira é removida sem produtos químicos, sendo empregada apenas com a pressão da água realizada com bicos rotativos. As bombas transferem os resíduos para o caminhão que os transporta para aterros ou locais indicados pelo município.

O hidrojateamento desobstrui sem danificar pisos e paredes. A técnica pode ser usada em tubulações de PVC, manilha, cimento de vários diâmetros: encanamentos de ½ milímetros, 4 metros e 8 polegadas. Outra grande vantagem desse método é poder utilizá-lo no desentupimento e limpeza de fossas, por intermédio de um anel líquido contido nas bombas. Para o desentupimento de redes aéreas e subterrâneas, coletoras de esgotos, colunas coletoras verticais e horizontais e colunas de água servida, potável e pluvial, o serviço é realizado por um caminhão compacto conjugado apropriado para adentrar em garagens e subsolos.

Hidrojateamento em indústrias

A versatilidade do método permite sua utilização em indústrias. Nesse caso, a técnica também é conhecida pela sigla SPSA (Sistema de Preparação de Superfície com Água). O hidrojateamento é aplicado nos entupimentos em áreas confinadas das indústrias alimentícia e de bebida, automotiva, papel e celulose, siderúrgica, petroquímica e naval. Reatores, dutos, condensadores e caldeiras são limpas e resfriadas com esse sistema. O hidrojateamento realizado em indústrias não compromete a rotina de nenhum setor e não sofre ação de produtos químicos, por isso, não há propagação de faíscas e fumaça tóxica.

Hidrojateamento com areia

Mais uma prova da versatilidade da técnica. Muito usado na Europa, o método pode usar produtos químicos em alguns casos. O hidrojateamento é feito de acordo com areia depende do grau de conservação da superfície. Quando houver ferrugem, esta será removida com ferramentas mecânicas. O óleo, graxa ou qualquer sujeira presente será retirada com água ou solvente. A areia usada nessa vertente é molhada para não comprometer a saúde dos funcionários. O hidrojateamento com areia não é autorizado em todo o Brasil.

Equipamentos de segurança

Os técnicos que aplicam o método precisam de segurança. A primeira regra é definir as funções de cada técnico. As desentupidoras sérias investem em treinamentos e equipamentos para proteger seus funcionários. Os principais são a NR33 que estabelece regras para espaços confinados e o NR18 que contempla o trabalho em altura. Apontar os espaços confinados e seus perigos, sinalização, ventilação sem oxigênio puro e oferecer e garantir a segurança de equipamentos para serviços realizados em locais altos são os principais pontos das normas. Saiba quais são os principais equipamentos de segurança usados pelos funcionários:

  • Roupa que proteja o corpo inteiro;
  • Máscara para proteger o rosto por completo;
  • Luvas feitas com material resistente;
  • Óculos e capuz com viseira;
  • Botas à prova d’água;
  • Protetor para ouvidos.

Linguajar e sinalização técnica

Pressurização do sistema: com a mão fechada, o funcionário aponta o dedo polegar para cima. Na altura do ombro, o técnico mexe o braço de cima para baixo;

Aumentar a pressão: o dedo indicador fica apontado para cima e a mão fechada. O funcionário faz movimentos circulares com a mão;

Diminuir a pressão: o indicador para baixo e movimento circular com a mão;

Despressurizar o sistema: com a mão fechada, o técnico movimenta o braço para trás e para frente na altura dos ombros.

Sinais de perigo

O método desentope rapidamente e sem quebrar. Entretanto, alguns imprevistos podem colocar em risco o serviço e também os funcionários. O hidrojateamento não pode continuar nas seguintes situações:

  • Quando não são utilizados equipamentos com travas, lacres, bloqueio e etiquetagem;
  • Caso for identificado que os equipamentos de medição não forem testados;
  • Quando os equipamentos de leitura direta com alarme não estão calibrados e protegidos contra emissões eletromagnéticas;
  • Caso for detectado alguma avaria nos equipamentos.
  • Se o sistema não for despressurizado.

Prático e versátil, o hidrojateamento é a grande aposta das desentupidoras. Contudo, não jogue lixo nem óleo nas pias, ralos e vasos sanitários para evitar obstruções. Caso o escoamento estiver lento e sentir mau cheiro, fale conosco. Nossa equipe está a sua disposição e pronta para rever entupimentos em sua residência, comércio ou indústria.

 

 

A Curitibao Desentupidora Curitiba atende 24 Horas em todos os Bairros

Copyright © 2015 Desentupidora Curitibão - Todos os Direitos Reservados | Visite também Desentupidora em Curitiba