Entenda o funcionamento de uma fossa séptica

Entenda o funcionamento de uma fossa séptica

A fossa séptica é um tanque enterrado que recebe e trata o esgoto. A utilização da fossa reduz a contaminação do solo, rios e lagos pelo esgoto. É um sistema simples e barato usado em áreas rurais e outros locais não atendidos pela rede de coleta de esgoto. A fossa é importante no combate de doenças como a cólera. Águas pluviais (da chuva) e servidas (pia da cozinha, tanque, banheiro) devem ser desviadas da fossa.

A fossa separa e trata a matéria sólida. O lodo fica no fundo da fossa, enquanto substâncias insolúveis ficam na superfície. O líquido vai para o sumidouro ou valas de infiltração. Sumidouro é um sistema que escoa o material da fossa séptica por caixa ou cilindro sem fundo. As paredes do sumidouro são de tijolos ou pedras. Valas de infiltrações escoam os detritos por tubos, são necessários 12 metros de tubos por pessoa. O que determina a utilização do sumidouro ou valas é o tipo de solo.

Importante salientar que o tratamento não é completo como em uma estação de tratamento de esgoto.

Localização

A fossa tem que ser de fácil acesso e estar no mínimo a 4 metros de distância da residência. A distância é para evitar mau cheiro e evitar tubulações muito longas. Deve ser construída ao lado do banheiro, em nível mais baixo do terreno, longe 30 metros de fontes de captação de água como cisternas e poços para não ter riscos de contaminação, caso a fossa vazar.  Ela ainda deve estar 1,5 metros longe de limites de terreno e ramal predial de água. Deve-se observar o afastamento de 3 metros de árvores e ponto de abastecimento de rede pública de água.

Especificações técnicas

A construção segue parâmetros das normas NBR 7229 e 13969 da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). O número de pessoas e o consumo individual médio de 200 litros de água/dia são fatores que determinam o volume, que não deve ser inferior a 1.250 litros. As fossas sépticas podem ser retangulares e circulares, pré-moldadas ou feitas no local. O modelo circular é mais estável. A construção é feita mediante projeto realizado por um engenheiro. Veja características dos formatos e dimensões:

Fossa séptica retangular

Largura mínima = 0,70m

Profundidade máxima = 2,50m

Profundidade mínima = 1,10m

Comprimento máximo é de 4 vezes a medida da largura

Comprimento mínimo é de 2 vezes a medida da largura

Largura não poderá ser maior que 2 vezes a profundidade

Fossa séptica circular

Diâmetro mínimo = 1,10m

Diâmetro máximo não poderá ser maior que 2 vezes a profundidade

Profundidade máxima = 2,50m

Profundidade mínima = 1,10m

Volume e indicações

 

Indicação

Fossa 2800

Fossa 5000

Fossa 10000

 

Contribuição diária*

Número de pessoas

Residência alto padrão

160

8

18

56

Residência médio padrão

130

9

20

64

Residência baixo padrão

100

10

25

68

Alojamento provisório

80

12

28

72

Fábrica

70

20

50

160

Escritório

50

28

72

220

Escola

50

28

72

220

Chácaras para eventos

25

55

145

450

Edifícios comerciais

50

28

72

220

 

Manutenção

Uma fossa séptica bem feita diminui de 50% a 70% de coliformes fecais e de 70% a 85% de gorduras e graxas. A eficiência depende da limpeza anual feita por empresas especializadas. Água da descarga borbulhando, mau cheiro do ralo e vaso sanitário indicam que é hora de realizar o procedimento. Escoamento lento e proliferação de baratas e ratos são problemas quando a fossa nao é limpa.

A fossa deve ser limpa em dia e horário que não receber detritos. As empresas realizam o serviço com caminhões, cuja capacidade varia de 7 a 12 metros cúbicos. O lodo é sugado por uma bomba de hidrovácuo acoplada ao caminhão. Na limpeza é deixado 10% do líquido para ajudar no procedimento. Confira o que faz uma desentupidora de fossa:

  • Elimina resíduos alimentícios, químicos, de reciclagem, entre outros;
  • Suga e espalha adubo orgânico líquido;
  • Tira gases e vapores;
  • Combate incêndios.

O material é levado para locais determinado por orgãos de distribuição de água e para instiuições que monitoram atividades com potencial para poluição. A limpeza de fossas também é fiscalizada pelo IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis).

Cuidados ao contratar uma desentupidora de fossa

  • Procure informações em órgãos de defesa do consumidor;
  • Fazer orçamentos com quatro empresas. O documento precisa ter nome da empresa, endereço, CNPJ e telefone;
  • Não feche negócio se a empresa cobrar por metro linear do cabo, pois, você não sabe quanto será necessário;
  • Questionar produtos utilizados, substâncias corrosivas são proibidas;
  • Caso tiver uma planta hidráulica, apresente-a ao funcionário;
  • A empresa deve dar garantia de 90 dias e fazer o serviço sem cobrar caso não for resolvido.

 

A fossa séptica ainda é muito utilizada. Sua eficiência está ligada a limpeza periódica. Jamais faça essa higienização por conta, para não sofrer nenhum acidente. Não faça economia, contrate empresas que estejam há muito tempo no mercado e garanta a saúde da sua família.

 

 

A Curitibao Desentupidora Curitiba atende 24 Horas em todos os Bairros

Copyright © 2015 Desentupidora Curitibão - Todos os Direitos Reservados | Visite também Desentupidora em Curitiba